Por que vadias incomodam tanto?

Sans titre 2Ontem (27) participei pela primeira vez da Marcha das Vadias. Eu tinha muita expectativa para ver como a marcha acontecia, como as pessoas recebiam esse tipo de movimento social, enfim… Fui para conhecer e, claro, marchar contra a violência sexual.

Apesar de não ser militante de nenhum grupo feminista acho que posso dizer que desde que “me entendo de gente” a semente feminista existe em mim. E meu sonho é ver um mundo em que homens e mulheres possam ser vistos como seres humanos iguais. Sonho distante, eu sei, mas luto por ele no meu dia-a-dia.

Mas voltando para a Marcha das Vadias, me pergunto porque as vadias incomodam tanto?

Sexta-feira ao caminhar pra casa tinha uma mulher com um vestido colado ao corpo e super curto. As caras de nojo e de reprovação que essa mulher recebeu foram incontáveis. Por que será que mostrar o corpo ainda incomoda tanto? Por que chamar as mulheres que vestem esse tipo de roupa de vadia, piriguete? Deveríamos andar nas ruas com o corpo todo coberto? Quem disse que tem que ser assim, que isso é o correto? Por que a nudez feminina incomoda tanto?

Eu percebo que incomoda quando não serve aos desejos masculinos. Se eu, andando com as pernas de fora, não responder ao assédio masculino sou uma vadia.  E ainda teimam em dizer que as mulheres já têm muitos direitos garantidos. Discordo totalmente. Ter o direito a votar e trabalhar são coisas importantes, mas que servem ao sistema. Por que será que ainda não conseguimos o direito ao respeito? O direito a vestir o que eu quero, a hora que eu desejo sem com isso ser estuprada ou assediada? Por que será que ainda tenho que ter um vagão no metrô só pra mim? Acho que estamos longe demais da igualdade entre os sexos.

Ontem na marcha fiquei chocada ao saber que no RJ todos os dias 16 mulheres são estupradas. Como assim? Que mundo é esse? O pior é saber e ver alguns comentários que culpam a mulher pelo crime. “Ah, ela também estava sozinha, com aquela roupa! Tava pedindo pra isso acontecer.” Repito: “Como assim?”. Será mesmo que as pessoas pensam que nós mulheres queremos ser estupradas quando usamos uma roupa curta?

(desculpa a qualidade, mas tá faltando um programinha neste meu computador pra editar vídeos)

Ser vadia, ao meu ver, é sempre um termo destinado a mulheres bem resolvidas com sua sexualidade e com seu corpo. É aquela que transa com quem quer, na hora que quer e não porque é obrigada por convenções sociais. Vadias, são as mulheres que sabem do seu valor e não se importam de serem recriminadas pela sociedade por suas escolhas. Se eu estiver certa, então sou uma vadia. Eu faço o que eu quiser com o meu corpo e tô pouco me importando com o que a sociedade vai achar disso. Como diziam uns cartazes ontem “Sou vadia porque mando no meu corpo”.

Sobre a Marcha em si eu tenho algumas ressalvas, mas um ponto interessante é que é um dos poucos espaços que consegue agregar vários coletivos feministas, homens, gays, bi, trans e tantas outras representações.  Mas ainda não vejo como algumas práticas causam o impacto que deveriam.

Porém, é importante ressaltar que ali está cheio de mulheres extremamente politizadas e o discurso é bastante rico. Só espero que quem estava de fora não tenha deixado de ouvir esses discursos pra ficar pensando nas roupas (ou ausência delas) das pessoas que marchavam.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

2 comentários sobre “Por que vadias incomodam tanto?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s